Lazer também é esporte. E esporte é lazer. No real significado da palavra ‘esporte’, a prática metódica, individual ou coletiva de jogo ou qualquer atividade que demande exercício físico e destreza, com fins de recreação, manutenção do condicionamento corporal e da saúde e/ou competição; e desporto. Por essas e outras, na área do Ipiranga o lazer se torna atividade esportiva, hobby para uns, saúde e entretenimento para outros.

Inaugurado em 2010, o Parque Ambiental Ipiranga de Anápolis, no Bairro Jundiaí, é uma espécie de ponto de referência em entretenimento para os anapolinos. Com área de aproximadamente 50 mil metros quadrados, o parque dispõe de estrutura que envolve pista de ciclismo, caminhada, parque para as crianças, observatório municipal, quiosques de lanchonete, área de musculação para os jovens, para a terceira idade e serviços sociais relacionados a dança e música.

E neste aspecto, o parque Ipiranga se destaca como ponto diário de encontro de milhares de anapolinos, que procuram distração e qualidade de vida. Árvores, flores, lagos e peixes diferenciam o ambiente deixando os cidadãos em sintonia com a natureza. São pessoas provenientes de diferentes setores da cidade, que se reúnem para rodas de canto musical, religioso ou cultural. Outros querem andar de bicicleta, patins ou participar de danças ao ar livre. A criançada simplesmente adora.

Mas a maioria quer caminhar, em busca de saúde ou condicionamento físico. É o caso do comerciante Everton Nunes Gonçalves, que melhorou sua qualidade de vida depois que começou a fazer exercícios no parque. ‘‘Já há seis meses frequento o Ipiranga para caminhar. Perdi vinte quilos e quando não venho um dia, meu corpo sente falta’’, disse. Everton se sente privilegiado de poder desfrutar de um ambiente como esse. ‘‘Poucos lugares do estado tem um parque ambiental como este, é um privilégio poder usufruir desses momentos de lazer’’, frisou o comerciante.

O empresário do ramo imobiliário, Frederico Antônio Bastos Godoy, sempre traz a família para o momento de  lazer. ‘‘Aqui é ótimo. Venho três vezes por semana, trago minha mulher e minha filha, enquanto estão no      parquinho procuro caminhar e manter a forma física, pois isto é questão de saúde’’, explicou. Frederico comentou ainda sobre a pluralidade de pessoas que frequentam o parque. ‘‘Tem gente de todo lugar aqui. Um está correndo, outro andando de bicicleta, os jovens na roda de capoeira cantando, os idosos se exercitando. Até o cheiro e a brisa são diferentes”, disse o empresário.

Já o funcionário público Antônio Pedro Girardi, afirmou que o parque Ipiranga, sob o aspecto da prática de atividade física e esportiva, é para ele uma descoberta recente.  Disse que raramente fazia atividades físicas neste local, mas que a partir de agora será um hábito. ‘‘Fiz agora avaliações médicas e quero começar a realizar as atividades físicas. O espaço é harmônico, o verde chama a atenção para todos que gostam da natureza’’. Descontraído, ao lado da esposa Josefa Teresinha, também funcionária pública, Antônio disse que quando está no parque alivia o estresse do dia a dia. ‘‘Fico tão tranquilo que ás vezes nem lembro que eu trabalho’’, brinca.

Segurança

O Parque Ipiranga conta com seguranças da Prefeitura Municipal além de um carro da polícia militar que diariamente está presente nos arredores da região. Para os desportistas de plantão, em relação a seus veículos, em frente ao parque encontra-se um estacionamento com 232 vagas disponíveis para carros, motos e bicicletas. A área é de 4.300 m² construída no antigo Clube Ipiranga.

Deixe uma resposta